terça-feira, 25 de julho de 2017

Festival de Música da Figueira da Foz: 10ª edição a 5 de agosto / 6ª feira 28 de julho Kátia Guerreiro no Espelho de Água

10º Edição do Festival de Música da Figueira da Foz / Orquestra Nacional de Jovens - Centro de Artes e Espectáculos, 5 de agosto, 16h00 e 18h00 
O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, no âmbito do Festival de Música da Figueira da Foz / Orquestra Nacional de jovens, dia 5 de agosto, pelas 16h00, o Concerto Erudito e, pelas 18h00, o Concerto de Encerramento desta 10º edição. 
Concerto Erudito - 5 de agosto, 16h00 
A Orquestra Nacional de jovens apresenta-se no seu formato sinfónico para interpretar a abertura de “Egmont” de L.V.Beethoven ‘Quadros de uma Exposição’ de M. Mussorgsky, e ainda uma surpresa… A direção está a cargo do Maestro convidado José Ignacio Petit, oriundo de Zamora (Espanha). 
Orquestra Nacional de Jovens / Direção de José Ignacio Petit – Entrada: 5 euros. 
Concerto de Encerramento - 5 de agosto, 18h00
O Concerto de Encerramento da 10ª Edição do Festival de Música da Figueira da Foz / Orquestra Nacional de Jovens terá, pela primeira vez, uma estreia absoluta. Celebrando 20 anos de carreira, Cristiano Silva apresenta originais seus, escritos ao longo de toda a sua carreira através do seu instrumento de eleição – o piano. 
Como não podia deixar de ser, será acompanhado pela Orquestra Nacional de Jovens dirigida pelo Maestro José Ignacio Petit. 
Temas como ‘Another Day’, ‘The Story’, ‘Adagio for Strings’, entre outros, serão apresentados em modelo sinfónico para um concerto único, diferente e original. 
Várias surpresas e convidados estarão presentes neste dia para assinalar os 10 anos de um projeto singular por onde passaram mais de 700 alunos de todo o país. 
Cristiano Silva, Mercury Falls Symphony, Celebration of 20th Performance Career Anniversary, Orquestra Nacional de Jovens, Mercury Falls Band, Cristiano Silva – piano, Maestro José Ignacio Petit – Direção. 
Entrada: 10 euros. (Nota: Nestes espetáculos não se aplicam descontos.bilhetes estão à venda na bilheteira do CAE e em www.cae.pt) 
Ainda no âmbito do Festival de Música da Figueira da Foz, irá realizar-se, já esta 6ª feira dia 28 de julho pelas 22h00, no Forte de Sta. Catarina / Espelho de Água, um concerto com Kátia Guerreiro e a Orquestra Nacional de Jovens. 
Um espetáculo imperdível e único num cenário de grande beleza. Entrada livre.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Fado de Coimbra volta à Praça Velha

No passada 4ª feira, 19 de julho, cerca de meio milhar de espectadores transformaram a Praça Velha numa verdadeira casa de fados. Com os acessos encerrados ao trânsito automóvel, aquela praça encheu-se de gente para ouvir o projeto "Mondego Fadista" que reuniu algumas das mais importantes vozes do fado da região do Baixo Mondego. 
Quando as coisas agradam há que repetir e assim, uma semana depois, já esta 4ª feira dia 26 de julho mas na Praça Nova, as Serenatas voltam ao fado de Coimbra numa organização da Sociedade Filarmónica Dez de Agosto. 
Desta feita são os elementos do Grupo de Fados àCapella que chegam diretamente de Coimbra para mais uma noite de emoções fortes entre a balada e a canção coimbrã.

´Glória’ no CAE!

Filme "Glória", de Kristina Grozeva e Petar Valchanov, passa na última 6ª feira do corrente mês no CAE. 
Tsanko Petrov é um trabalhador ferroviário que encontra milhares de ‘leves’, a moeda búlgara, numa linha de comboio, e decide entregar o dinheiro à polícia. Como recompensa, o Ministério dos Transportes – envolvido na altura num escândalo – decide oferecer-lhe um relógio de pulso, que depressa deixa de funcionar. Entretanto, Julia Staikova, chefe do departamento de relações públicas do Ministério, perde o velho relógio de Petrov. É então que tem início uma surreal cadeia de eventos, e o ferroviário inicia uma luta desesperada para recuperar o seu antigo relógio e a sua dignidade. CAE, 6ª feira 28 de julho, 21h30. 
Realização de Kristina Grozeva e Petar Valchanov; Intérpretes: Stefan Denolyubov, Margita Gosheva; Drama, Bulgária, 2016, Duração 01h41 - M 14 anos. Bilhetes a 4 euros.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

FestiMaiorca 2017: Gala de Encerramento hoje junto ao Espelho de Água

Encerra hoje o 43º FestiMaiorca cuja cerimónia se realiza junto ao Espelho de Água – Forte de Santa Catarina na Figueira da Foz, pelas 22h00. 
Participam os seguintes grupos: 
Khok Khon Witthayakhom School Dance Group – Tailândia; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio – Chile; Kud Dimitrije Kuturovic – Belgrado, Sérvia; Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maiorca; African Tumbas of Kenya – Quénia; Ivane Javakhishvili Tbilisi State Universtiy Ensemble- Geórgia; Compañía Mexicana de Danza Folklórica – México. 
Chega assim ao fim mais uma edição do já tradicional e “imprescindível” evento anual, sempre muito apreciado e louvado por toda a população apesar de, no entender de muitos, este ano não ter atingido ‘o seu auge’, devido a não ter havido as habituais e muito apreciadas e divulgadas atuações no Mercado Eng. Silva.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

XXXV Festival Internacional de Folclore em Carvalhais de Lavos

Vai decorrer esta 6ª feira e sábado, dias 21 e 22 de julho, o Festival Internacional de Folclore em Carvalhais de Lavos nesta que é a sua 35ª edição, e a 20ª como internacional. 
O evento terá lugar no Largo Parque Infantil, e engloba um casto programa que se pode consultar no cartaz.

‘Cuidar dos Vivos’ no CAE

No espaço de 24 horas, um adolescente é reduzido ao suporte vital depois de um acidente. Os seus pais, aflitos, têm de decidir se autorizam a remoção do seu coração jovem e forte. É-nos dado a conhecer uma mãe de meia-idade, cujo próprio bater do seu coração está a chegar ao limite.
*
Realização de Katell Quillévéré; Intérpretes: Tahar Rahim, Emmanuelle Seigner, Anne Dorval; Drama, França, 2016 - Duração 01h43, m/14 anos. 
*
CAE, 6ª feira 21 de julho, 21h30. Bilhetes a 4 euros.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Gala Internacional dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz próximo domingo no CAE

Têm entre sete e 10 anos, são de geografias muito distantes mas, em comum, têm o gosto de cantar e a vontade de contribuir para um mundo melhor através da partilha de culturas, experiências, sorrisos, risos e sonhos. E música, claro, muita música. 
As 14 crianças que vão subir ao palco do Centro de Artes e Espectáculos no próximo dia 16 de julho, pelas 15h00, para a 29.ª Gala Internacional dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz, passarão a fazer parte de uma história que já integra a História do Concelho, do País e do Mundo. Criada em 1979, a Gala Internacional dos Pequenos Cantores nasceu com o objetivo de fomentar a criação e divulgação de temas musicais próprios para crianças e por elas interpretadas, bem como de divulgar os "Direitos da Criança" e as entidades sem fins lucrativos colocadas ao seu serviço, fomentando, simultaneamente, os laços de amizade entre os povos sem distinção de raça, cor, credo, sexo ou origem. Ao longo dos anos, as primeiras crianças que cantaram na Gala cresceram e tiveram as suas próprias crianças, o mundo mudou nas suas fronteiras, a Internet democratizou-se e, no entanto, apesar de tantas evoluções, lembrar os Direitos das Crianças e dar-lhes voz continua a fazer sentido e a ser necessário. 
Este ano, o evento promovido pela Câmara Municipal da Figueira da Foz terá transmissão televisiva diferida, em data a anunciar, nos canais da estação RTP, dando a conhecer ao mundo o talento e as mensagens dos 14 jovens participantes que atuarão acompanhados pelo Coro das Pequenas Vozes, dirigido pela Maestrina Alexandra Curado, e pela Orquestra Mar & Arte, dirigida pelo Maestro Rui Lúcio. 
A apresentadora será a Joana Teles e o júri será constituído por Sansão Coelho, Jornalista e Presidente do Júri; André Sardet, Cantor; Carla Bernardino, Professora de Canto e Técnica Vocal da Escola de Artes do Cae e Joaquim Martins, Aluno do Conservatório de Música David de Sousa. Para um maior envolvimento da comunidade jovem local, 35 crianças e jovens figueirenses participarão num workshop de dança com vista à criação da coreografia, de Yonel Castilla Serano, que abrirá o espetáculo. 
……………………………….. 
Andreia Silva Santos, 9 anos, de Coimbra a viver na Figueira da Foz: Canção ‘O Meu Mundo’; 
Maja Kaleka, 9 anos, de Suwalki na Polónia: Canção ‘Drzwi do kariery’; 
Iara Graça Almas, 9 anos, Funchal, Madeira: Canção ‘Olá Pitanga’; 
Michaela Saridaki, 9 anos, Atenas, Grécia, vive em Cascais: Canção ‘To Chrysalifourfouro’; 
Inês Bastos Nunes, 7 anos, de Matosinhos, vive em Paços de Ferreira: Canção ‘Mundo, escuta a razão’; 
Krislin Saylo. 9 anos, Tartu, Estónia: Canção ‘Käänulised tedd’; 
Afonso Sousa Resende, 7 anos, Ponta Delgada, Açores: Canção ‘Pescador de Sonhos’; 
Stella Aksnes-Pehrson, 10 anos, Noruega: Canção ‘Lokkeleg’; 
Júlia Silva Ochôa*, 9 anos, Ribeira Brava, Madeira: Canção ‘Como é Bom Sonhar’; 
Geisa Lopes Gomes, 10 anos, Sal, Cabo Verde: Canção ‘Kriança di nos terra’; 
Constança Alves Fernandes, 10 anos, Lisboa: Canção ‘Sou a Constança’; 
Mariana Runa Chen, 10 anos, nasceu em Portugal, raízes chinesas: Canção ‘Chun Tiãn Zài Na Li’;
Leonor Prata Simões, 9 anos, de Coimbra a viver na Figueira da Foz: Canção ‘Balancé’; 
Samuel Szabó, 10 anos, Bratislava, Eslováquia: Canção ‘Mám ja od trencína’

Sessão de cinema ‘As Falsas Confidências’

Este filme é inspirado na comédia de Marivaux que Luc Bondy encenou no teatro Odéon: Bondy filmava de dia o que levava a cena à noite. 
Dorante, um jovem sem dinheiro, é contratado como secretário por Araminte, uma viúva rica que ele ama em segredo. O criado Dubois faz tudo o que está ao seu alcance para conseguir que Araminte se apaixone por Dorante. 
Luc Bondy transforma a sala de teatro em estúdio de cinema, posiciona os seus atores no foyer, debaixo do palco, nas cozinhas, servindo-se dos lugares mais insólitos, para assim inventar uma nova dinâmica entre teatro e cinema. 
CAE, 6ª feira 14 de julho, 21h30. Realização de Luc Bondy; Intérpretes: Isabelle Huppert, Louis Garrel, Bulle Ogier; Drama, França, 2016; Duração 1h27, m/12 anos; Bilhetes a 4 euros.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O Festival Internacional de Folclore de Maiorca é reconhecido em todo o Mundo - 43º FestiMaiorca começa próxima 6ª feira!

O “FestiMaiorca” vai já na sua 43º edição. Teve início em 1975, um pouco timidamente, pelas mãos de António Maia Cardoso, Manuel Pinto da Costa (já falecido) e José Maria Verdete, mas foi crescendo ano após ano até ocupar agora um lugar de destaque no calendário dos festivais internacionais que se realizam em Portugal, e reconhecido em todo Mundo, como o prova a apetência dos grupos em vir a Portugal e, consequentemente, até Maiorca.
Ao longo das suas 42 edições já passaram pelo palco do Terreiro do Paço da vila grupos oriundos de 42 países dos quatro cantos do mundo: Áustria, Coreia do Sul, Espanha, França, Itália, Índia, Bélgica, Holanda, Alemanha, Grécia, Turquia, Sérvia, Suécia, Rússia, Geórgia, Ucrânia, Lituânia, Hungria, Roménia, Bulgária, México, Argentina, Israel, Togo, Serra Leoa, Timor, República Checa, Eslováquia, Eslovénia, Peru, Porto Rico, Indonésia, Uruguai, Venezuela, USA, Bolívia, Equador, Colômbia, Senegal, Estónia, Letónia, Polónia, Bielorrússia, e Roménia, bem como de várias regiões de Portugal incluindo Açores e Madeira.
…………………………………………………
O 43º Festival Internacional de Folclore de Maiorca - FestiMaiorca 2017 vai-se realizar entre 14 e 20 de julho e conta com a presença de grupos oriundos da Geórgia, México, Sérvia, Portugal e, pela primeira vez, com grupos do Chile, Tailândia e Quénia.
Os grupos estrangeiros são os seguintes:
Ivane Javakhishvili Tbilisi State Universtiy Ensemble, Geórgia; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado / Servia; Khok Khon Witthayakhom School Dance Group, Tailândia; Compañía Mexicana de Danza Folklórica, México; African Tumbas of Kenya, Quénia; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio, Chile. 
Grupos nacionais:
Rancho Folclórico da Casa do Povo do Cano, Sousel; Grupo Regional de Moreira, da Maia; Rancho da Associação Cultural da Casa do Povo da Livração, Marco de Canavezes; Rancho Folclórico de Cidacos, Oliveira de Azeméis; Rancho Regional da Casa do Povo de Ílhavo; Grupo Folclórico da Vila de Pereira; Grupo Etnográfico do Arneiro de Fora; Grupo Folclórico da Ereira; Rancho das Cantarinhas de Buarcos; Rancho Folclórico e Etnográfico Os Cavadores do Saltadouro; Rancho das Salineiras de Lavos; Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maiorca.
PROGRAMA:
Dia 14, 6ª feira
Receção dos Grupos.
Dia 15, sábado
17h00 – Receção Oficial na Câmara Municipal da Figueira da Foz;
18h00 – Desfile do Traje na Figueira da Foz, da Esplanada Silva Guimarães ao Mercado Municipal;
21h00 – Desfile do Traje em Maiorca do Largo da Feira Velha ao Terreiro do Paço;      
22h00 – Gala de Abertura Oficial do FestiMaiorca em Maiorca no Terreiro do Paço, com: African Tumbas of Kenya, Quénia; Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maiorca; Khok Khon Witthayakhom School Dance Group, Tailândia; Rancho Folclórico da Casa do Povo do Cano, Sousel; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio, Chile; Grupo Regional de Moreira da Maia; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado, Servia; e Compañía Mexicana de Danza Folklórica, México.
Dia 16, domingo
11h00 – Missa na Igreja  Matriz de S Julião;
15h00 – Missa na Igreja Matriz de Maiorca;
21h30 - Desfile do Traje na Figueira da Foz do Jardim Municipal à Preguiça;
22h00 - Gala de Abertura Oficial do FestiMaiorca na Figueira da Foz na Preguiça, com: Rancho da Associação Cultural da Casa do Povo da Livração, Marco de Canavezes; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado, Servia; Rancho Folclórico de Cidacos, Oliveira de Azeméis; African Tumbas of Kenya, Quénia; Rancho Regional da Casa do Povo de Ílhavo; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio, Chile.
Dia 17, 2ª feira
22h00 - Noite Internacional de Folclore de Maiorca na Casa do Povo Maiorca, com: Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio – Chile; Grupo Folclórico da Vila de Pereira; e Ivane Javakhishvili Tbilisi State Universtiy Ensemble, Geórgia; 
22h30 - Noite Internacional de Folclore na Figueira da Foz na Preguiça, com: Rancho Folclórico e Etnográfico Os Cavadores do Saltadouro, Tavarede; e Khok Khon Witthayakhom School Dance Group, Tailândia; Compañía Mexicana de de Danza Folklórica, México.
Dia 18, 3ª feira
22h00 - Noite Internacional de Folclore de Maiorca na Casa do Povo Maiorca, com: African Tumbas of Kenya, Quénia; Grupo Etnográfico do Arneiro de Fora; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado, Servia;
22h30 - Noite Internacional de Folclore na  Figueira da Foz na Preguiça, com: Rancho das Catarinhas de Buarcos; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio, Chile; Ivane Javakhishvili Tbilisi State Universtiy Ensemble, Geórgia; 
Dia 19 de julho, 4ª feira
22h00 - Noite Internacional de Folclore de Maiorca na Casa do Povo de Maiorca, com: Khok Khon Witthayakhom School Dance Group, Tailândia; Grupo Folclórico da Ereira; Compañía Mexicana de Danza Folklórica, México.
22h30 - Noite Internacional de Folclore na Figueira da Foz na Preguiça com: Rancho Folclórico As Salineiras de Lavos; African Tumbas of Kenya, Quénia; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado, Servia;
Dia 20 de julho, 5ª feira
22h00 – Gala de Encerramento do FestiMaiorca 2017 na Figueira da foz na Preguiça, com: Khok Khon Witthayakhom School Dance Group – Tailândia; Kud Dimitrije Kuturovic, Belgrado – Servia; Ballet Folclórico del Bio Bio Bafobiobio – Chile; Rancho Folclórico da Casa do Povo de Maiorca; African Tumbas of Kenya, Quénia; Compañía Mexicana de de Danza Folklórica, México; Ivane Javakhishvili Tbilisi State Universtiy Ensemble, Geórgia. 
Dia 21 de julho, 6ª feira 
10h00 – Despedida e partida dos grupos estrangeiros.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Woodrock Festival 2017 - horários de atuação das bandas na Praia de Quiaios

Uma experiência pura de música e naturalmente selvagem de envolvência. Concertos vibrantes emoldurados por um sítio de eleição, que junta a paisagem verdejante da Serra da Boa Viagem ao azul do mar, do oceano atlântico, da humanamente pouco explorada Praia de Quiaios, localizada do lado norte da cidade da Figueira da Foz. 
Dias 20, 21 e 22 de julho na Praia de Quiaios, Figueira da Foz, 5ª edição do Festival Woodrock ‘A Nossa Praia é o Rock’! 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Filme americano ‘Paterson’ passa no CAE

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, sexta-feira dia 7 de julho pelas 21h30, uma sessão de cinema com o filme "Paterson", de Jim Jarmusch. 
Paterson é motorista de autocarro na cidade de Paterson, New Jersey. Todos os dias segue a mesma rotina. Escreve poemas num caderno, passeia Marvin, um buldogue inglês, e vai para casa ter com a sua mulher, Laura. Por outro lado, o mundo de Laura está sempre em mudança, com novos sonhos a cada dia. Ele apoia os projetos de Laura, ela impulsiona o talento de Paterson para a poesia. O filme examina os triunfos e derrotas do quotidiano, juntamente com a poesia que se encontra nos mais pequenos detalhes. 
Realização: Jim Jarmusch; Intérpretes: Adam Driver, Golshifteh Farahani e Kara Hayward; Drama, EUA, 2016; Duração: 01h53; M/12 anos - Bilhetes a 4 euros.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Festival das Bandas Filarmónicas 2017: Grande Gala Vianeza, final no CAE e em direto na RTP

Realiza-se este sábado dia 1 de julho pelas 21h30 no Grande Auditório do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz a Grande Gala Vianeza - Final do Festival das Bandas Filarmónicas 2017, que será transmitida em direto pela RTP1. 
Na Grande Gala Vianeza, as 3 fantásticas Bandas selecionadas na eliminatória de 20 de maio - Banda Velha União Sajoanense, Banda Filarmónica dos Covões e Banda Filarmónica Vestiariense – Monsenhor José Cacella, concorrem com 3 peças obrigatórias de compositores portugueses e três temas livres em movimento e alegria. 
Esta gala conta ainda com a participação do Coro Mozart. A performance da Gala está a cargo dos apresentadores da RTP. 
O júri é constituído pelo maestro António Victorino de Almeida, pela pianista Olga Prats e Júlio Isidro. O diretor musical é o professor Vitor Santos. Bilhetes a 15 euros à venda no CAE e na Ticketline.

‘Contos de Las Vegas’, um assombroso filme japonês considerado um dos mais belos filmes alguma fez feitos!

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, sexta-feira, 30 de junho, pelas 21h30, uma sessão de cinema com o filme "Contos da Lua Vaga", de Kenji Mizoguchi, em cópia restaurada.
Sinopse: “Pura e simplesmente um dos maiores cineastas de sempre” disse Jean-Luc Godard acerca de Kenji Mizoguchi. “Os Contos da Lua Vaga”, uma história de fantasmas sem igual, é uma das suas maiores obras. Partindo de histórias de Akinari Ueda e Guy de Maupassant, trata-se de um assombroso conto de amor e perda que mistura, de forma única, o real e o que nos transcende. É considerado um dos mais belos filmes alguma fez feitos. 
Realização: Kenji Mizoguchi - Intérpretes: Masayuki Mori, Kinuyo Tanaka, Machiko Kyo - Género: Drama - Origem: Japão, 1953 - Duração: 1h35 - M 12 anos - Cópia Restaurada – bilhetes a 4 euros.

terça-feira, 20 de junho de 2017

RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre na Praia do Relógio da Figueira da Foz

=== A Praia do Relógio, na Figueira da Foz volta a ser espetacular nos dias 7, 8 e 9 de julho! Num cenário fantástico, o RFM SOMNII marca o início do Verão, com três dias da melhor música eletrónica de dança. 
O cartaz supera as tuas melhores expetativas! Saiba tudo, mas mesmo tudo sobre O Maior Sunset de Sempre AQUI!

terça-feira, 13 de junho de 2017

Filme "Ma Loute" de Bruno Dumont no CAE

No Verão de 1910 vários turistas desapareceram nas praias do Canal da Mancha. Dois inspetores, Machin e Malfoy, irão perceber rapidamente que estes misteriosos desaparecimentos ocorreram em Slack Bay. Aí habita uma comunidade de pescadores de que fazem parte os Brufort, uma família peculiar. O pai, “The Eternal”, faz o melhor que pode para educar os seus filhos estouvados, sobretudo o impetuoso Ma Loute. A mansão que se ergue sobre a baía é a casa de férias dos Van Peteghem, uma família burguesa degenerada que, nas horas livres, convive com a população local. O nascimento de uma curiosa história de amor entre Ma Loute e a jovem e maliciosa Billie Van Peteghem irá instalar a confusão entre as duas famílias. 
Realização: Bruno Dumont; Intérpretes: Fabrice Luchini, Juliette Binoche, Valeria Bruni Tedeschi; Comédia, França, 2016 - Duração: 02h02, m/ 16 anos. 
6ª feira, dia 16 de junho, pelas 21h30. Bilhetes a 4 euros.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

I Festival de Jazz da Figueira da Foz dia 9 de junho no CAE

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, dia 9 de junho, pelas 21h30, o I Festival de Jazz da Figueira da Foz, com as presenças da Orquestra de Jazz do CAE (OJEAC) e dos RAGS da TAUC. 
O I Festival de Jazz da Figueira da Foz pretende promover o intercâmbio de Orquestras/Grupos, a troca de experiências culturais e dinamizar um estilo musical que, cada vez mais, se vai integrando na sociedade de uma forma muito serena e tranquila. 
A Orquestra de Jazz do CAE (OJEAC), composta neste momento por 22 elementos e sendo a grande maioria estudantes, é dirigida pelo maestro Ricardo Gabriel. Ao longo destes últimos anos tem apresentado uma grande vitalidade, dinamismo e diligência nas suas apresentações. A prova disso mesmo é a organização deste I Festival de Jazz na Figueira da Foz, que conta ainda com a participação dos RAGS da TAUC que, com toda a certeza, vai ajudar a embelezar este festival.
Bilhetes 5 euros.

sábado, 27 de maio de 2017

Centro de Artes e Espectáculos faz 15 anos e celebra com concerto de Al Di Meola

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, dia 2 de junho, pelas 21h30, um concerto com Al Di Meola - Music of Di Meola, Piazzolla & Lennon-McCartney, no âmbito do seu 15º aniversário. 
Al Di Meola é um dos maiores guitarristas contemporâneos, não necessitando de grandes apresentações mesmo para o público mais distraído, sendo um dos maiores virtuosos do Jazz nos últimos 25 anos e o guitarrista mais premiado pela “Guitar Player Magazine”. 
Neste concerto, Al Di Meola interpretará alguns dos seus clássicos, bem como temas de Lennon-McCartney e Astor Piazzolla. 
Um concerto absolutamente a não perder. Bilhetes a 25 euros.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Realizador figueirense Luis Albuquerque vai lançar o seu novo filme ‘Por onde escapam as palavras’

Será já nesta 5ª feira dia 25 de maio que o novo filme de Luis Albuquerque “Por onde escapam as palavras” irá ver a sua estreia por todo o país, em concreto nas salas de cinema da Lusomundo e Cinemas City. 
No distrito de Coimbra o filme irá ser exibido na sala 7 do Almashopping de Coimbra (Dolce Vita) e na sala 5 do FozPlaza na Figueira da Foz. 
Nesta sessão do dia 25 no Foz Plaza, às 21h00, marcará presença todo o elenco da produção do filme e alguns atores e atrizes. 
No dia 26 será a vez da sua exibição na sala dos Cinemas City do Campo Pequeno que contará com a presença de atores, produtores e convidados VIP. Confirmada está a presença do Dr. Santana Lopes e António Macedo. 
Esta será a 1ª vez que uma obra cinematográfica, género drama, sem apoios institucionais, será exibido no circuito comercial. 
………………….. 
O filme retrata os contornos do confronto entre várias gerações, tendo como pano de fundo um tema que pauta a atualidade mediática - o terrorismo - e o lado mais omisso que fermenta no inconsciente humano, retratado no cariz humano que este filme adensa. 
A concretização deste projeto contou com a união de um grupo de atores que, não sendo conhecidos do grande público, têm ou já tiveram ligações ao teatro e com o apoio de uma equipa de produção dedicada, comprometida e profissional, com especial destaque e agradecimento para a TimeLapse – Media.

Pateo das Galinhas: Grupo de Teatro apresenta ‘Maria, Senhora de Mim’, um texto de António Tavares

O Pateo das Galinhas – Grupo Experimental de Teatro da Figueira da Foz – vai iniciar a segunda temporada da sua última produção “Maria, Senhora de Mim” um texto de António Tavares com encenação de Ricardo Kalash. 
A primeira representação vai ter lugar no dia 27 de maio, pelas 21h30, no auditório de O Sítio das Artes, revertendo a receita a favor da Liga dos Amigos do Hospital Distrital da Figueira da Foz. 
O autor, António Tavares, vai estar presente e disponível para, no final da peça, falar do seu texto e da representação. 
A segunda representação terá lugar no dia 14 de junho no mesmo local e à mesma hora.

‘Vale de Amor’: Cinema no CAE com Gérard Depardieu

Isabelle e Gérard interpretam um casal separado há vários anos, que se desloca ao Vale da Morte, na Califórnia, para um estranho compromisso: responder a um convite que receberam do seu filho, Michael, um fotógrafo que se suicidou seis meses antes. Apesar do absurdo da situação, decidem seguir o plano inicial de Michael… 
O filme marca o encontro destes dois grandes nomes do cinema francês, trinta anos depois de terem contracenado juntos em “Loulou” (1980), de Maurice Pialat. “Vale de Amor” recebeu um César na categoria de Melhor Fotografia. 
Realização de Guillaume Nicloux; Intérpretes: Isabelle Huppert, Gérard Depardieu e Dan Warner; Drama, França 2015. Duração: 93 min, m/14 anos - Bilhetes a 4 euros.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Teatro na ‘10 de Agosto’ em parceria com a ‘Ccírculo de Giz’: “Sonho de uma noite de Verão”

A peça de teatro "Sonho de Uma Noite de Verão", uma das mais famosas peças de William Shakespeare, vai ser apresentada no palco da Sociedade Filarmónica Dez de Agosto em parceria com a Círculo de Giz. 
A estreia acontece já no sábado dia 27 de maio, pelas 22h00, com as apresentações a repetirem-se no dia 28 de maio pelas 16h00, e nos dias 2 e 3 de junho pelas 22h00. 
Bilhetes à venda pelo telemóvel 967480662 ou pelo mail (circulodegizteatro@gmail.com). 
SINOPSE = Sonhos? Temos todos. Amor? Temos todos. Ódio? Todos temos... Neste Sonho há ilusões que ultrapassam o sono... que criam novas realidades e que trazem a nú todas estas vontades que carregamos dentro de nós... animais ou não todos procuramos algo nas nossas vidas, mas o amor, esse, consome e alimenta. O que acontecerá nesta floresta onde amantes se encontrarão? Haverá pequenas gotas de magia que tornem a realidade em ilusão ou a ilusão em realidade e ficção? 
Apareça para nos ver brincar, jogar e partilhar momentos, gestos, acções e palavras. Nada é o que parece…

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Filme ‘Aquarius’ no CAE com interpretação de Sonia Braga

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, sexta-feira, dia 19 de maio, pelas 21h30, uma sessão de cinema com o filme "Aquarius", realizado por Kleber Mendonça Filho, com interpretação de Sonia Braga. 
Sinopse: Clara, uma viúva de 65 anos, crítica de música reformada, nasceu numa família rica e tradicional no Recife, Brasil. Ela é a última residente do Aquarius, um edifício construído nos anos 40, na zona cara junto ao mar da Avenida Boa Viagem, Recife. Todos os apartamentos vizinhos já foram adquiridos pela empresa que apresentou projetos para construir um novo empreendimento. Clara jura que só sairá dali morta e entra numa guerra fria com a empresa, num confronto obscuro, assustador e emocionalmente desgastante. Esta tensão não só perturba Clara como torna as suas rotinas exasperantes, levando-a a refletir sobre si e aqueles que ama, o seu passado e o seu futuro.
Realização: Kleber Mendonça Filho; Intérpretes: Sonia Braga, Maeve Jinkings, Irandhir Santos; Drama, Brasil, 2016; Duração: 142 min. (com intervalo), m/ 16 anos – bilhetes a 4 euros.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Festival das Filarmónicas 2017 no CAE em direto na RTP

O programa terá uma eliminatória a 20 de maio na qual competirão as 9 bandas apuradas de entre as 16 inscritas, para apurar as três que irão à final, que será no dia 01 de julho, sábado, também no CAE com transmissão em direto pela RTP. 
O prof. Vitor Santos organizou a seleção das filarmónicas que posteriormente foram contactadas com o anúncio da partitura a ser apresentada na eliminatória. 
O Júri deste Festival é composto pelo maestro Vitorino de Almeida, pianista Olga Prats e um elemento a nomear pela RTP. 
A promotora do evento, a Associação Cultural e Artística "Sim, Porque Sim", anuncia ainda que esta final em formato de Gala contará também com o Coral Mozart e artistas convidados da RTP.

Academia Kompassos Daya Dança: Depois de um 3º lugar na Alemanha… um 3º lugar na Figueira da Foz!

No passado fim de semana realizou-se no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz o Leiria Dance Competition, uma Competição de Dança Nacional organizada pela Academia Annarella de Leiria. 
A Academia Kompassos Daya Dança, sediada na Assembleia Figueirense e dirigida pela professora Dayamira Garcés, com o apoio dos professores Arnaldo Borroto e Tamara Ruiz, participou nesta competição obtendo excelentes resultados. 
No estilo Jazz Moderno obteve o 3º lugar com a coreografia "Corpos" dançada pelas meninas Daniela Venegas, Carolina Teixeira, Maria Cruz e Filipa Miranda. 
A Academia Kompassos Daya Dança tem foco no ensino da dança clássica, contemporâneo, jazz e sapateado. Prepara vários alunos para a entrada em conservatórios de dança em vários pontos do país. 
Tem participado em várias competições nacionais e internacionais onde tem obtido excelentes resultados. No passado mês de fevereiro, no Dance World Cup (Competição Mundial de Dança) conseguiu um 3º lugar num solo, em estilo jazz, e um apuramento para a final que decorrerá na Alemanha, obtido pela aluna Maria Eduarda Virgínio. 
(Enviado via Facebook por Joana Sofia Virgínio)

‘Canticus Camarae’, uma representação figueirense muito apreciada por terras de França!

O Coro de Câmara da Assembleia Figueirense “Canticus Camarae”, dirigido pela maestrina Alexandra Curado e acompanhado na viola de arco por Maria João Antunes, esteve em Poitiers, França, de 27 de abril a 01 de maio, num intercâmbio com o coro francês "les Femmes de Sybilla". Os concertos realizados no Temple de Poitiers e na Eglise de Chateleraux foram muito apreciados pelo público presente, tendo-se proporcionado momentos de convívio e partilha entre os dois coros quer a nível músical quer a nível emocional. 
Em outubro será a vez do Canticus Camarae receber o coro de Poitiers na Figueira da Foz. 
A música foi assim, mais uma vez, o elemento chave na aproximação entre culturas e formas de estar diferentes, criando fortes laços de amizade entre os coralistas intervenientes e dignificando a nossa cidade.

terça-feira, 2 de maio de 2017

"Filho da Treta" com José Pedro Gomes e António Machado 6ª feira no CAE

Antigamente, a vida era uma selva. Agora, a vida é uma selfie. Toda a treta se dispersou e cresceu nas redes sociais e os especialistas têm tido alguma dificuldade em encontrar a genuína conversa da treta. Mas quem é vivo sempre falece, e também sempre aparece. Nada se perde, tudo se transforma – o código genético da Treta renasce em 2016 com a assustadora e nada aguardada peça de teatro “Filho da Treta”. 
Zezé, José Pedro Gomes, prossegue a sua luta contra o bom-senso, a solidariedade, o trabalho e outros conceitos primeiro-mundistas, desta vez na companhia de Júnior, António Machado, que anda de bicicleta desmontável. Zezé, ao nível da deslocação, continua a polir a ponta do sapatinho de verniz com cuspe. Mas é um cuspe mais sábio... 
Numa comovente irritação entre duas gerações perdidas, discutem-se as tascas gourmet, os refugiados, os paus de selfie, as novas famílias e outras pragas que assolam o mundo moderno deste saudoso bairro em vias de extinção. 
Texto: Filipe Homem Fonseca e Rui Cardoso Martins | Encenação: Sónia Aragão | Música: Bruno Vasconcelos e Nuno Rafael | Desenho de Luz: Luís Duarte | Figurinos: Fernanda Ramos | Produção: Força de Produção | Intérpretes: José Pedro Gomes e António Machado CAE = 6ª feira 5 de maio, 21h30. Bilhetes a 12 e 14 euros.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Concerto de Páscoa pelo Coro Voz Nua na Igreja Matriz

O Coro de Câmara Voz Nua, dirigido pela maestrina Aoife Hiney, é um grupo heterogéneo que reúne cantores de nacionalidades diferentes residentes em Aveiro. 
O nome, uma combinação da língua portuguesa e da língua gaélica, representa a mistura cultural do grupo. Em Gaélico, ‘nua’ significa algo novo, fresco e puro, símbolo do repertório e dos objectivos do coro. Já a palavra portuguesa ‘voz’ é representativa do repertório ‘a capella’ do grupo. Portanto, por Voz Nua pode ler-se ‘Voz Pura’ ou ‘Voz sem Instrumentos’. 
Domingo, dia 30 de abril, pelas 16h00, Igreja Matriz da Figueira da Foz. Um programa que será uma mistura de músicas sacras alusivas à época Pascal e de temas da sua 3ª edição discográfica "Vox Pop" lançada no passado mês de março para comemorar o 5º aniversário do coro.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Feira Medieval junto ao Forte de Santa Catarina abre amanhã com uma ampla e arrojada programação!

A sétima edição da Feira Medieval Infante D. Pedro é inaugurada pelas 15h00 desta 5ª feira dia 13, e decorrerá até domingo de Páscoa dia 16 de abril com encerramento previsto para as 23h00. 

Junto ao Forte de Santa Catarina, vai contar este ano com um amplo e arrojado programa de animações ao vivo, incluindo espectáculos temáticos todos os dias às 22h00. 
  Além da presença de um número recorde de artesãos, artífices, mercadores e taberneiros, a presente edição aposta forte na animação musical e nas demonstrações de época, incluindo ainda várias teatralizações e espectáculos de fogo e pirotecnia, pela primeira vez a cargo da Companhia de Teatro Bombarda, que promete fazer as delícias de miúdos e graúdos! 
Para além disso não se descurou o ‘ambiente medieval’ gastronómico da Feira onde se poderão saborear muitas e variadas iguarias, e também conhecer as diversas tendas com artesanato de época e a participar em família nas recriações históricas proporcionadas diariamente! (Clicar no cartaz e nos programas para melhor os visualizar)

Woodrock Festival em Quiaios apresentou cartaz oficial

Os ingleses Vodum, os suiços Black Willows e os portugueses Correia e Her Name Was Fire são os quatro nomes que fecham um conjunto de 14 bandas que nos dias 20, 21 e 22 de julho (5ª feira, 6ª feira e sábado) atuarão na Praia de Quiaios na Figueira da Foz. 
Apresentado também o cartaz oficial bem como o alinhamento, por dias, das 14 bandas. 
Os passes gerais mantêm-se até 31 de maio no valor de 21 euros data após a qual se fixarão no seu valor definitivo de 24 euros. Os passes parciais (apenas para os dias 21 e 22) têm um valor fixo de 22 euros. Ambas as modalidades de passes garantem o acesso gratuito ao Parque de Campismo de Quiaios desde o dia 20 até ao dia 24 e à entrada na piscina de Quiaios a um preço reduzido.
Encontram se à venda nas lojas FNAC, Worten, balcões do CTT e em (https://woodrock.bol.pt) estando também disponíveis nos dias do festival nas bilheteiras do recinto. Os bilhetes diários terão os seguintes valores e só estarão disponíveis nos dias do festival, nas bilheteiras do recinto: 6 euros dia 20, 11 euros dia 21 e 14 euros dia 22 de julho.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Rock em Concerto pela Banda Filarmónica de Lares no Centro de Artes e Espectáculos

‘Rock em Concerto’ é um novo projeto da Banda Filarmónica de Lares, que terá nesta edição a participação especial de Luís Sousa, Tiago Cordeiro, Luís Rodrigues e do Conservatório David Sousa da Figueira da Foz, com o conjunto de classes dos professores André Xavier Ribeiro, Jorge Graça e Ricardo Gabriel, com as turmas 7ºD, 8ºD e 9ºD da Escola Dr. João de Barros, 7ºA, 8ºA e 9ºA da Escola Infante D. Pedro e 7ºA e 8ºC da Escola Dr. Pedrosa Veríssimo. 
Os Grupos interpretados são: Police, Phil Collins, Scorpions, Rui Veloso, Lwd Zeppelin, Deep Purple e Pink Floyd. 
Sem dúvida uma experiencia diferente e única com muito rock e muita música! A não perder! 
Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, 2ª feira dia 17 de abril, 21h30. Bilhetes: Com condições especiais até Domingo de Páscoa dia 16 de abril, à venda na Sociedade Instrução e Recreio de Lares e na loja Techstore Figueira.

Escola de Artes e Orquestra de Jazz do CAE atuaram para salas sempre repletas… e ‘sonham’ com uma Escola de Teatro Musical!

A Escola de Artes do Cae - Coro Pequenas Vozes da Figueira da Foz, Orquestra de Jazz do Cae e o grupo Ser Teatro levou a cena o musical Magic World, um mundo de sonhos num conjunto de 3 sessões, mais uma vez todas com sala repleta de um público participante e onde transparecia a alegria e entusiasmo sempre que cada personagem conhecida de todos surgia por entre uma história de sonhos e estrelas que eclodia no mundo de fantasia e no imaginário infantil que assola a mente não só dos mais jovens! 
Desde a Bela e o Monstro ao Aladino, passando pelo Frozen ou mesmo a Branca de Neve, foi um espetáculo para todas as idades que atravessou as mais belas histórias do imaginário infantil. De salientar como mentores do projeto o autor de toda a obra Filipe Faustino, o maestro da orquestra jazz Ricardo Gabriel e a diretora da Escola de Artes do Cae Alexandra Curado. Foram notáveis as excelentes vozes que encantaram o público, a música ao vivo permanente que acompanhou cada bela melodia e um profissionalismo dos jovens atores que nos impele a sonhar com uma escola residente no Cae - uma Escola de Teatro Musical que possa vir a tornar se uma realidade próxima. 
A presença do sr. presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz dr. João Ataíde e do sr. vereador António Tavares trouxe um importante alento ao trabalho desenvolvido por figueirenses e para a Figueira!

terça-feira, 4 de abril de 2017

Concerto ‘A Arte da Fuga BWV 1080’ para dois pianos de J. S. Bach no CAE com entrada livre

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, dia 12 de abril, pelas 21h30, o concerto ‘A Arte da Fuga BWV 1080’ para dois pianos de J. S. Bach, com Valentina Occhiuzzi e Fabio Falsetta. 
Valentina Occhiuzzi, nascida em 1987, desde criança demonstrou qualidades e propensão para a música, nomeadamente para o piano. Depois de iniciar o estudo deste instrumento, aos 11 anos, sob orientação de Luigi Stillo, foi galardoada com o “Premio Euridice”. Em 2008, graduou-se no Conservatório de Vibo Valentia e, em 2015, sob orientação do maestro Rodolfo Rubino, formou-se no II Nível na disciplina musical de piano, no Conservatório “S. Giacomantonio” de Cosenza. 
 Fabio Falsetta diplomou-se em piano com nota máxima no Conservatório de Música “S. Giacomantonio”, de Cosenza. Depois de aperfeiçoar os seus estudos conseguiu, em 2005, o doutoramento em piano no Conservatório Real de Roterdão. Ganhou vários prémios nacionais e internacionais e realizou diversos recitais pela Europa. É considerado um dos mais importantes intérpretes italianos da música de Olivier Messiaen. 
A execução desta noite, confiada a dois pianos e em estreia mundial, inclui as duas Fugas para dois teclados; o Contraponto nº 8 a 3 e os Quatro Cânones, e serão executados em uníssono pelos dois pianistas. A obra termina no compasso 239 do Contraponto 14 – Fuga a três temas, permanecendo assim inacabada devido à morte de j. S. Bach. Entrada livre.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

‘24 horas a Dançar Sem Parar’ – Você é capaz!? Uma organização da AEZUFF no Casino da Figueira

No âmbito do Plano de Atividades do Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz (AEZUFF), o ‘Departamento de Expressões - Grupo de Educação Física e Dança’ vai dinamizar as «24 horas a Dançar sem parar», nos dias 28 e 29 de abril no Casino Figueira, com início às 21h00 de 28 de abril até às 21h00 de 29 de abril. 
Serão 24 horas a dançar, onde irão haver momentos para todas as idades, gostos ou condição física. A pulseira (3 €) é válida para as 24 horas da iniciativa e está à venda a partir desta 2.ª-feira, 3 de abril, na EB 2-3 Dr. João de Barros. 
Venha dançar connosco, seja no baile (com orquestra ao vivo - IRA Grupo) seja na discoteca (DJ Eduardo Patrão) seja nas MasterClasses ou durante os diferentes espetáculos em que haverá sempre um espaço livre para dançar! 
Consultem o programa em anexo, selecionem as vossas opções (ou fiquem as 24 horas connosco!) e juntem-se a esta festa da dança na comemoração do seu Dia Mundial! 
Relembramos que os menores de 10 anos apenas poderão entrar no Casino a partir das 07h00 da manhã do dia 29 de abril. 
Porque quem dança... seus males espanta, participe!

sexta-feira, 31 de março de 2017

Espetáculo “Cabaret” vem este sábado ao CAE reunindo artes, teatro, dança e música

Da autoria de Miguel Babo e baseado num conto homónimo do autor, “Cabaret”, do livro “O Rei Não Tomba”, é uma peça ao estilo ‘Bob Fosse’ que reúne várias artes, teatro, dança e música, assente na dupla-personalidade de um narrador que vai digladiando duas visões diferentes do seu próprio imaginário romântico sobre o espetáculo de “Cabaret”. 
Um Musical multidisciplinar e eclético que conjuga a performance de um elenco de bailarinas com o virtuosismo de uma banda e cantores ao vivo, ao mesmo tempo que se desenrola uma história que sustenta as alterações de humor e sentimentos contraditórios próprios da personalidade bicéfala do seu “criador”. E que recria e o transporta aos melhores tempos do espetáculo de Cabaret. 
Direção Artística, Encenação e Dramaturgia: Miguel Babo | Coreografia: Cecilia Carneby, Amy Rufell | Direção Musical: Alexandra Curado | Som e Luminotecnia: Paulo Brites | Bailarinos: “Cabaret Dance Company” | Atores: Ana Madureira, Filipe Faustino, Sara Cecília, Miguel Babo, João Damasceno, Alexandra Curado | Música: Tocada e cantada ao vivo “Cabaret Band” | Comunicação: Rodrigo Cruz | Produção e Projeto: Alemns Romero | Cartaz: João Alves. 
Bilhetes a 8 e 10 euros à venda em www.cae.pt e na bilheteira do CAE.